Saltar para o conteúdo

Notas do Herbalista 99: Nêveda-dos-gatos

A Nêveda-dos-gatos é uma planta europeia, que habita em terrenos baldios, bermas e locais pedregosos.

Em Portugal encontra-se de Trás-os-Montes ao Alentejo.

Nêveda-dos-gatos
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Nepeta

A Nêveda-dos-gatos (Nepeta cataria L.), também conhecida por Erva-gateira, é uma planta vivaz com 50cm a 1m de altura de caule viloso, acinzentado, erecto e ramificado. As folhas são pecioladas largas, serradas, verde-acinzentadas na página superior e esbranquiçadas na inferior.

As flores são labiadas, de cor brana e púrpura, de cálice viloso, lábio superior chanfrado e inferior côncavo, dispostas em verticilos densos. Os frutos são aquénios de cor castanha.

É uma planta aconselhada nas casas onde existam gatos, uma vez que são atraídos por esta planta que usam como droga recreativa devido aos efeitos hipnóticos e alucinogénios que lhes provoca.

Apesar do nome, não deve ser confundida com a Nêveda que, embora seja da mesma família, é uma planta diferente.

Usos medicinais e princípios activos:

Rica em carvacrol, timol, nepetalactona e ácido nepetálico, é antiespasmódica, carminativa, emenagona, estomáquica, tónica e vulnerária.

É utilizada para a tosse e bronquite crónica.

Estimula a sudação, pelo que é útil em febres altas.

É ainda utilizada para regular a menstruação.

Devido à sua acção sobre os felinos, tem, também, usos na medicina veterinária.

Usos culinários:

Não tem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *