Saltar para o conteúdo

Notas do Herbalista 92: Artemísia

A Artemísia é uma planta nativa da Europa que habita em terrenos incultos, bermas de caminhos e vias férreas e casas em ruínas.

Em Portugal encontra-se no Minho e nas Beiras.

Artemísia
Ilustração de Francisco Manuel Blanco.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Artemisia

A Artemísia (Artemisia vulgariaL.), é uma planta vivaz com 50cm a 1,5m de altura de caule avermelhado, herbáceo e ramoso. As folhas são verde-escuras, recortadas em lóbulos agudos, glabras na página superior, tomentosas e esbranquiçadas na inferior.

As flores são amareladas. tubulosas, dispostas em capítulos erectos, com invólucro, reunidos e, panículas de espigas frouxas. O fruto é um aquénio glabro.

Por ser apreciada pelas moscas, era pendurada nos estábulos para, atraindo-as, as afastar dos animais.

Usada na Idade Média como protectora dos males espirituais e repelente da fadiga.

Ligeiramente alucinogénea, é utilizada para induzir sonhos lúcido. Pelo mesmo motivo é, por vezes, fumada juntamente com ou em substituição da Marijuana.

O seu nome é derivado de Artemísia, deusa grega que protege as senhoras, especialmente as grávidas.

Usos medicinais e princípios activos:

Ligeiramente tóxica, não deve ser consumida em excesso. Não deve ser utilizado por grávidas.

Rica em óleo essencial,resina, tanino, mucilagem, inulina e vitaminas (nas folhas), é antiespasmódica, emenagoga, febrífuga, vermífuga e tónica.

Utiliza-se para estimular a menstruação e induzir o parto.

É também utilizada para alívio de febres e dores.

Externamente utiliza-se em feridas.

É com a Artemísia que se prepara a Moxa, um bastão preparado com a planta seca e triturada, que, depois de acesa, é utilizada na Moxabustão, uma técnica da medicina oriental semelhante à Acupunctura,

Usos culinários:

Tradicionalmente usada como aromatizante em cervejas, caiu em desuso em favor do Lúpulo.

Era também utilizada como tempero amargo para carnes gordas e peixes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *