Saltar para o conteúdo

A Pimpinela é uma planta vivaz que se encontra em prados, solos incultos e áridos.

Em Portugal é frequente em quase todo o país.

Pimpinela
Ilustração por Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoiopsida
Ordem: Rosales
Família: Rosaceae
Género: Sanguisorba

A Pimpinela (Sanguisorba minor L.) é uma planta herbácea com 20 a 70cm de altura de caule anguloso, erecto (por vezes é prostrado) e avermelhado. As folhas são verde-claras, compostas com 9 a 25 folíolos ovais e serradas.

As flores são esverdeadas, sem corola, ovóides e terminais. O fruto é indeiscente, com superície enrugada. A raiz forma uma toiça sublenhosa. Ler artigo completo

Galega
Ilustração pelo Prof. Dr. Otto Wilhelm Thomé.

A Galega é uma planta vivaz nativa do Sudeste da Europa que gosta de solos profundos e húmidos.

Em Portugal é espontânea nas lezíria e locais húmidos do Centro e Sul.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoiopsida
Ordem: Fabalales
Família: Fabaceae
Género: Galega

A Galega (Galega officinalis L.), Caprária ou Falso-anil, é uma planta herbácea com 0,5 a 1m de altura de caule erecto, glabro e oco. As folhas são glabras, com 11 a 19 folíolos e estípula livre e pontiaguda.

As flores são azuladas, dispostas em cachos pedunculados axilares. O fruto é uma vagem muito fina, estriada e glabra. Ler artigo completo

Alecrim
Ilustração por Amédée Masclef.

“Alecrim, Alecrim aos molhos...”

O Alecrim é um arbusto da Europa medterrânica, espontâneo nas charnecas e pinhais do Centro e Sul de Portugal e cultivado em jardins de todo o país.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoiopsida
Ordem: Lamialales
Família: Lamiaceae
Género: Rosmarinus

O Alecrim(Rosmarinus officinalis L.) é um arbusto perene com 0,5 a 1,5m de altura de caules lenhosos. As folhas são séeseis, persistentes, estreitas com bordos enrolados.

As flores são azuis-claras ou esbranquiçadas (embora existam variedades com outras cores), dispostas em pequenos cachos axilares com 2 lábios de tamanhos diferentes. O fruto é um aquénio. Ler artigo completo

O Visco-branco é um arbusto hemiparasita que cresce nos ramos de diversas espécies de árvore.

Existente em praticamente todo o mundo, em Portugal encontra-se especialmente no Alto Minho e na Estremadura.

Visco-branco
Ilustração pelo Prof. Dr. Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoiopsida
Ordem: Santalales
Família: Viscaceae
Género: Viscum

O Visco-branco(Viscum album L.), ou Erva-de-passarinho, muito popular em França onde é conhecida por Gui, é uma planta com 20 a 50cm de altura de caules verdes, lenhosos, em tufos esféricos de ramos espessos e cilíndricos. AS folhas são opostas, persistentes, oblongas e carnudas. Ler artigo completo

A Saponária é uma planta vivaz nativa da Europa que habita as margens dos campos e dos cursos de água.
Em Portugal encontra-se no Norte e Centro do País.

Saponária
Ilustração de Christian Sepp.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoiopsida
Ordem: Caryophyllales
Família: Caryophyllaceae
Género: Saponaria

A Saponária (Saponaria officinalis L.), ou Erva-saboeira, é uma planta com 30 a 60cm de altura, com numerosos caules, erectos, cilíndricos, avermelhados. As flohas são glabras, sésseis, verde-claras, lanceoladas, com nervuras. Ler artigo completo

A Sanícula é uma planta vivaz da família das Apiáceas, como o Aipo ou a Salsa, que cresce nos bosques, sombrios e frescos, com preferência pela sombra das Faias.

Em Portugal é espontânea em Trás-os-Montes, no Minho e nas Beiras.

Sanícula
Ilustração pelo Prof. Dr. Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoiopsida
Ordem: Apiiales
Família: Apiaceae
Género: Sanicula

A Sanícula (Sanicula europaea L.), conhecida em França por Erva-de-são-lourenço, é uma planta com 20 a 50cm de altura de caule erecto, glabro, frágil e simples. As suas folhas são verde-escuras, brilhantes, palmatipartidas, quase todas basilares. Ler artigo completo

A Galeopse é uma planta anual que habita em solos siliciosos.

Em Portugal pode ser encontrada em regiões elevadas, especialmente no Minho.

Galeopse
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoiopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Galeopsis

Existem várias espécies de Galeopse, a mais comum é a Galeopsis segetum Neck., sendo que no nosso país se encontra a Galeopsis tetrahit L.. É uma planta com 10 a 50cm de altura de caule pubescente com pequenos ramos ascendentes. As folhas são opostas, lanceoladas com nervuras muito salientes. Ler artigo completo

O Selo-de-salomão é uma planta herbácea vivaz que habita em solos frescos e florestas.

Em Portugal pode ser encontrado em lugares sombrios das regiões montanhosas de Trás-os-Montes e do Alto Alentejo.

Selo-de-salomão
Ilustração por Carl Lindman.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Asparagaceae
Género: Polygonatum

O Selo-de-salomão (Polygonatum odoratum (Mil.) Druce.), é uma planta com 20 a 50cm de altura de caule glabro, erecto e arqueado. As folhas são alternas, dispostas em duas filas opostas, ovais e com nervuras longitudinais convergentes. Ler artigo completo

O Narciso-de-trombeta é uma planta vivaz que cresce em prados e matos pouco densos.

Em Portugal é uma espécie protegida existente do Minho ao Alentejo, com uma importante comunidade na Serra da Estrela, onde também existe uma micro-reserva para preservação da espécie.

Narciso-de-trombeta
Ilustração de Christiaan Sepp.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Amaryllidaceae
Género: Narcissus

O Narciso-de-trombeta (Narcissus pseudonarcissus L.), é uma planta com 20 a 40cm de altura, bulbosa. Tem 2 a 4 folhas em lacínias compridas, obtusas no vértice. Ler artigo completo

O Líquen-da-islândia é, como o seu nome indica, um fungo e não uma planta. No entanto, para fins medicinais, os líquenes e musgos são tratados como plantas, pelo que faz sentido existir uma nota para esta espécie.

Nativo do Norte da Europa, encontra-se em turfeiras, florestas, penhascos ou em árvores, às quais adere sem parasitar. Em Portugal encontra-se principalmente na Serra da Estrela.

Líquen-da-islândia
Ilustração por Franz Eugen Köhler.

Ficha Botânica:

Reino: Fungi
Divisão: Ascomycota
Classe: Lecanoromycetes
Ordem: Lecanorales
Família: Parmeliaceae
Género: Cetraria Ler artigo completo