Saltar para o conteúdo

O Estragão é uma espécie de Artemísia nativa da Sibéria que é cultivada em praticamente todo o hemisfério Norte, especialmente na França e na Rússia.

Estragão
Fotografia por Kenpei.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Artemisia

O Estragão (Artemisia dracunculusL.), é uma planta perene com cerca de 1,2m de altura de caule herbáceo e ramoso. As folhas são verdes brilhantes, com 2mm a 1cm de largura.

As flores são amarelas ou verde-amareladas, dispostas em capítulos com até 40 flores. As sementes do Estragão são, geralmente, estéreis, reproduzindo-se através dos rizomas. Ler artigo completo

A Rosa-albardeira é uma planta endémica do Centro e Sul da Península Ibéirca que se encontra em bosques, zonas pedregosas, zonas de montado e carvalhais.

Em Portugal encontra-se em quase todo o país, especialmente no Alentejo e Algarve.

Rosa-albardeira
Fotografia de Javier Martin.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Saxifragales
Família: Paeoniaceae
Género: Paeonia

A Rosa-albardeira (Paeonia broteri Boiss. & Reut.), na realidade uma Peónia e não uma Rosa, é uma planta arbustiva perene com cerca de 70cm de altura de caules glabros, erectos. As folhas basais são vermelhas e as restantes são compostas, ovais, verdes na página superior e glabras na inferior. Ler artigo completo

A Tasneirinha é uma planta nativa da Europa que se encontra em locais habitados, especialmente nas hortas recém aradas.

Em Portugal encontra-se em todo o país.

Tasneirinha
Ilustração por Kurt Stueber. Retoque digital por Carol Spears.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Senecio

A Tasneirinha (Senecio vulgaris L.), também conhecida por Cardo-morto, é uma planta anual com 4 a 60cm de altura de erecto, folhoso e ramoso. As folhas são espessas, recortadas em lóbulos irregulares, e dentadas.

As flores são amarelas, pequenas, tubulosas, dispostas em capítulos cilíndricos, reunidos em corimbos densos. O fruto é um aquénio costado, encimado por um papilho peludo. Ler artigo completo

A Artemísia é uma planta nativa da Europa que habita em terrenos incultos, bermas de caminhos e vias férreas e casas em ruínas.

Em Portugal encontra-se no Minho e nas Beiras.

Artemísia
Ilustração de Francisco Manuel Blanco.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Artemisia

A Artemísia (Artemisia vulgariaL.), é uma planta vivaz com 50cm a 1,5m de altura de caule avermelhado, herbáceo e ramoso. As folhas são verde-escuras, recortadas em lóbulos agudos, glabras na página superior, tomentosas e esbranquiçadas na inferior. Ler artigo completo

O Alcaçuz é uma planta mediterrânica que habita em zonas húmidas.

Em Portugal encontra-se nas Beiras, Estremadura e litoral do Alentejo.

Alcaçuz
Ilustração por Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Género: Glycyrrhiza

O Alcaçuz (Glycyrrhyza glabraL.), também conhecido por Regaliz (especialmente nas zonas próximas de Espanha), é uma planta vivaz com 30cm a 1m de altura de caule erecto, estriado, robusto e oco. As folhas são verdes, pecioladas, compostas por folíolos ovais e viscosos na página inferior. Ler artigo completo

A Hera é uma planta Europeia, frequente em quase todo o território português. É utilizada em jardinagem e arquitectura para a criação de fachadas verdes.

Hera
Ilustração por Amédée Masclef.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Apiales
Família: Araliaceae
Género: Hedera

A Hera (Hedera helixL.), é uma planta trepadeira perene com 3 a 50m de altura de caule lenhoso que se agarra aos muros e árvores com recurso a raízes laterais. As folhas são verdes, brilhantes e alternas, triangulares ou em forma de palma, excepto nas sumidades floridas onde são ovais. Ler artigo completo

A Carlina é uma planta da Europa Central e Mediterrânica que habita em bosques pouco densos, rochedos e pastagens de montanha.

Carlina
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Carlina

A Carlina (Carlina acaulisL.), é uma planta plurianual, rasteira, pois não tem caule. O seu grande capítulo compõe-se de folhas radiantes extremamente espinhosas e de flores branco-esverdeadas ou prateadas.

O fruto é um aquénio coberto de pelos amarelos prostrados com papilho do dobro do comprimento. Ler artigo completo

A Língua-de-cão é uma planta nativa da Europa que habita em sebes e locais húmidos, excepto no litoral mediterrânico.

Em Portugal encontra-se no Centro e Sul do país, nas margens dos campos e caminhos, terrenos calcários, baldios, muros e perto das tocas de coelhos e de raposas.

Língua-de-cão
Ilustração por Amédée Masclef.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Boraginales
Família: Boraginaceae
Género: Cynoglossum

A Língua-de-cão (Cynoglossum officinaleL.) ou Cinoglossa, é uma planta bienal, rara, com 30 a 80cm de altura, de caule verde, vigoroso, piloso, ramificado na parte superior. As folhas são cinzentas-esverdeadas, compridas, macias e pilosas. As inferiores são ovais, grandes, pecioladas, com nervuras distintas e as superiores são lanceoladas. Ler artigo completo

A Corriola é uma planta nativa da Europa e Ásia, mas que se espalhou por todas as zonas temperadas do mundo.

Encontra-se em terrenos de cultivo (cultivados ou não), muros, sebes, jardins, etc.

Corriola
Ilustração por Carl Axel Magnus Lindman.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Solanales
Família: Convolvulaceae
Género: Convolvulus

A corriola (Convolvulus arvensisL.), é uma planta perene, trepadeira, enredando-se em estruturas ou outras plantas até 2m de altura, ou rasteira, cobrindo o solo. As folhas são verdes, pecioladas e em forma de seta. Ler artigo completo

O Levístico é uma planta nativa do Sudoeste asiático que cresce em solos incultos, sebes e planícies. É semiespontâneo nos Alpes e Pirinéus.

Em Portugal existe apenas cultivada.

Levístico
Ilustração por Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Apiales
Família: Apiaceae
Género: Levisticum

O Levístico (Levisticum officinale Koch), também conhecido por Ligústico, é uma planta vivaz com 1 a 2m de altura, de caule erecto e oco. As folhas são verdes, brilhantes, grandes, triangulares e recortadas 2 a 3 vezes. Ler artigo completo