Saltar para o conteúdo

A Nêveda-dos-gatos é uma planta europeia, que habita em terrenos baldios, bermas e locais pedregosos.

Em Portugal encontra-se de Trás-os-Montes ao Alentejo.

Nêveda-dos-gatos
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Nepeta

A Nêveda-dos-gatos (Nepeta cataria L.), também conhecida por Erva-gateira, é uma planta vivaz com 50cm a 1m de altura de caule viloso, acinzentado, erecto e ramificado. As folhas são pecioladas largas, serradas, verde-acinzentadas na página superior e esbranquiçadas na inferior. Ler artigo completo

A Nêveda é uma planta nativa do Norte de África e da Eurásia, comum em Inglaterra e na Europa Central.

Em Portugal é frequente nos locais secos e áridos.

Nêveda
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Clinopodium

A Nêveda (Clinopodium nepeta (L.) Kuntze)*, também conhecida por Erva-das-azeitonas ou Calaminta, é uma planta vivaz com 15 a 30cm de altura de caule herbáceo e ramificado. As folhas são pecioladas e serradas.

As flores são labiadas, de cor púrpura, de cálice erecto com dentes desiguais. Ler artigo completo

A Éfedra é uma planta das regiões áridas, habitando em areais do litoral mediterrânico e atlântico.

Em Portugal encontra-se nas zonas litorais do Baixo Alentejo e Algarve.

Éfedra
E. distachya - Ilustração pelo Prof. Dr. Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Spermatophyta
Classe: Gnetopsida
Ordem: Gnetales
Família: Ephedraceae
Género: Ephedra

Existem várias espécies de Éfedra (Ephedra sp.). A espécie tipo é a E. distachya, sendo a E. sinica a mais utilizada para fins terapêuticos. Em Portugal encontra-se a E. fragilis. A Éfedra é um arbusto com 40cm a 1m de altura de caule prostrado e ascendente, de ramos opostos, fasciculados com artículos rígidos de 2 a 4cm. As folhas são pequenos pares de escamas opostas, na articulação dos ramos. Ler artigo completo

O Fisális é uma planta que cresce nas regiões temperadas e subtropicais, sendo a maioria das espécies nativa do continente Americano.

Habita nas vinhas e nos olivais, sendo amplamente cultivado.

Fisális
P. Alkekengi - Ilustração pelo Prof. Dr. Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Solanales
Família: Solanaceae
Género: Physalis

As duas espécies mais comuns de Fisális são o Physalis peruviana L., mais utilizado para fins alimentares, e o Physalis alkekengi L., mais utilizado para fins terapêuticos. Também conhecido por Alquequenje, Balão-de-são-joão, Lanterna-chinesa ou Peido-de-velha, é uma planta perene (embora nas regiões temperadas se comporte como anual) com 40cm a 1m de altura de caule herbáceo, erecto e ramoso. As folhas são largas, em forma de coração, dispostas em espiral. Ler artigo completo

O Estragão é uma espécie de Artemísia nativa da Sibéria que é cultivada em praticamente todo o hemisfério Norte, especialmente na França e na Rússia.

Estragão
Fotografia por Kenpei.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Artemisia

O Estragão (Artemisia dracunculusL.), é uma planta perene com cerca de 1,2m de altura de caule herbáceo e ramoso. As folhas são verdes brilhantes, com 2mm a 1cm de largura.

As flores são amarelas ou verde-amareladas, dispostas em capítulos com até 40 flores. As sementes do Estragão são, geralmente, estéreis, reproduzindo-se através dos rizomas. Ler artigo completo

A Rosa-albardeira é uma planta endémica do Centro e Sul da Península Ibéirca que se encontra em bosques, zonas pedregosas, zonas de montado e carvalhais.

Em Portugal encontra-se em quase todo o país, especialmente no Alentejo e Algarve.

Rosa-albardeira
Fotografia de Javier Martin.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Saxifragales
Família: Paeoniaceae
Género: Paeonia

A Rosa-albardeira (Paeonia broteri Boiss. & Reut.), na realidade uma Peónia e não uma Rosa, é uma planta arbustiva perene com cerca de 70cm de altura de caules glabros, erectos. As folhas basais são vermelhas e as restantes são compostas, ovais, verdes na página superior e glabras na inferior. Ler artigo completo

A Tasneirinha é uma planta nativa da Europa que se encontra em locais habitados, especialmente nas hortas recém aradas.

Em Portugal encontra-se em todo o país.

Tasneirinha
Ilustração por Kurt Stueber. Retoque digital por Carol Spears.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Senecio

A Tasneirinha (Senecio vulgaris L.), também conhecida por Cardo-morto, é uma planta anual com 4 a 60cm de altura de erecto, folhoso e ramoso. As folhas são espessas, recortadas em lóbulos irregulares, e dentadas.

As flores são amarelas, pequenas, tubulosas, dispostas em capítulos cilíndricos, reunidos em corimbos densos. O fruto é um aquénio costado, encimado por um papilho peludo. Ler artigo completo

A Artemísia é uma planta nativa da Europa que habita em terrenos incultos, bermas de caminhos e vias férreas e casas em ruínas.

Em Portugal encontra-se no Minho e nas Beiras.

Artemísia
Ilustração de Francisco Manuel Blanco.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Artemisia

A Artemísia (Artemisia vulgariaL.), é uma planta vivaz com 50cm a 1,5m de altura de caule avermelhado, herbáceo e ramoso. As folhas são verde-escuras, recortadas em lóbulos agudos, glabras na página superior, tomentosas e esbranquiçadas na inferior. Ler artigo completo

O Alcaçuz é uma planta mediterrânica que habita em zonas húmidas.

Em Portugal encontra-se nas Beiras, Estremadura e litoral do Alentejo.

Alcaçuz
Ilustração por Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Género: Glycyrrhiza

O Alcaçuz (Glycyrrhyza glabraL.), também conhecido por Regaliz (especialmente nas zonas próximas de Espanha), é uma planta vivaz com 30cm a 1m de altura de caule erecto, estriado, robusto e oco. As folhas são verdes, pecioladas, compostas por folíolos ovais e viscosos na página inferior. Ler artigo completo

A Hera é uma planta Europeia, frequente em quase todo o território português. É utilizada em jardinagem e arquitectura para a criação de fachadas verdes.

Hera
Ilustração por Amédée Masclef.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Apiales
Família: Araliaceae
Género: Hedera

A Hera (Hedera helixL.), é uma planta trepadeira perene com 3 a 50m de altura de caule lenhoso que se agarra aos muros e árvores com recurso a raízes laterais. As folhas são verdes, brilhantes e alternas, triangulares ou em forma de palma, excepto nas sumidades floridas onde são ovais. Ler artigo completo