Saltar para o conteúdo

Notas do Herbalista 14: Margarida

A Margarida é uma planta vivaz, existente por toda a Europa em bordas de caminhos, prados e pastos.

Esta planta, também conhecida por Bem-me-quer, é sobejamente conhecida e usada pelas crianças para o tradicional jogo do “Mal me quer, bem me quer”, tal como o Malmequer.

Margarida
Ilustração por J. Sturm

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Angiospermae
Classe: Eudicotyledoneae
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Bellis

A Margarida (Bellis perennis L.) ou Bonina é uma planta com 5 a 15cm de altura. De caule erecto e piloso, as suas folhas ovóides dispõem-se numa roste basal. Os capítulos florais são compostos por flores exteriores liguladas e brancas e flores interiores tubulares e amarelas. Os frutos são minúsculos.

O seu nome científico significa bela (Bellis) e vivaz (perennis). Apesar do seu aspecto delicado é uma planta muito resistente. Tolera temperaturas até -17ºC, curvando-se e fechando-se. Quando o sol brilha, segue-o no seu percurso diário, como os Girassóis.

Usos medicinais e princípios activos:

Rica em saponósidos, taninos e mucilagens, entre outros, a Margarida é anti-inflamatória, depurativa, diurética e expectorante.

É indicada, em infusão, para estados febris, gripes, catarros, bronquites e como depurativo.

Externamente são usadas compressas com uma decocçã́o da planta para alívio de entorses, contusões, furúnculos e chagas.

Usos culinários:

A Margarida (folhas e flores) pode ser usada em saladas, sopas, ou como verdura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *