Saltar para o conteúdo

Notas do Herbalista 98: Nêveda

A Nêveda é uma planta nativa do Norte de África e da Eurásia, comum em Inglaterra e na Europa Central.

Em Portugal é frequente nos locais secos e áridos.

Nêveda
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Clinopodium

A Nêveda (Clinopodium nepeta (L.) Kuntze)*, também conhecida por Erva-das-azeitonas ou Calaminta, é uma planta vivaz com 15 a 30cm de altura de caule herbáceo e ramificado. As folhas são pecioladas e serradas.

As flores são labiadas, de cor púrpura, de cálice erecto com dentes desiguais.

Usos medicinais e princípios activos:

Rica em essência e enzimas, é antiespasmódica, estomáquica, expectorante e tónica.

Utiliza-se para a tosse e expectoração.

É, também, auxiliar da digestão e alívio da aerofagia.

É, ainda, utilizada para alívio dos soluços e dos acufenos.

Usos culinários:

A Nêveda é utilizada na cura das azeitonas, conferindo-lhes sabor.

Na Galiza utiliza-se como aromatizante para as castanhas cozidas.

É, também, utilizada na cozinha italiana como condimento.

*Esta planta já passou por muitos géneros, sendo comum encontrá-la com o nome mais antigo de Calamintha officinalis Moench., Calamintha nepeta (L.) Savi., ou mesmo com o nome de Satureja calamintha (L.) Schelle..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *