Saltar para o conteúdo

Notas do Herbalista 72: Bistorta

A Bistorta é uma planta vivaz que habita em valas, pântanos, ao longo dos rios e nos prados de montanha.

Em Portugal encontra-se na região de Montalegre.

Bistorta
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Caryophyllales
Família: Polygonaceae
Género: Polygonum

A Bistorta (Polygonum bistorta L.) é uma planta com 3cm a 1m de altura de caule simples, erecto, cilíndrico, e estriado. As folhas basais são grandes, oblongas ou lanceoladas. As folhas superiores são sésseis e invaginantes.

As flores são cor-de-rosa-pálido, em espiga terminal compacta. Os frutos são aquénios trígonos castanhos e lisos.

O seu nome provém do rizoma característico, duas vezes torcido.

A planta não deve estar em contacto com o ferro.

Usos medicinais e princípios activos:

Rica em tanino, glúcidos, Vitamina C e ácido oxálico, é adstringente, antidiarreica, tónica e vulnerária.

Usada no tratamento de diarreias.

É também usada, como supositório, no tratamento das hemorróidas.

Externamente é usada como cicatrizante de feridas.

Usos culinários:

No Norte de Inglaterra usam-na como o principal ingrediente do Dock Pudding.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *