Saltar para o conteúdo

Notas do Herbalista 73: Graciosa

A Graciosa é uma planta vivaz que habita à beira de águas paradas, costas e prados húmidos.

Em Portugal encontra-se nas margens dos rios e das valas a Norte do Tejo.

Graciosa
Ilustração por Vicente Martin de Argenta.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Plantaginaceae
Género: Gratiola

A Graciosa (Gratiola officinalis L.) ou Erva-do-pobre é uma planta com 20 a 50cm de altura de caule erecto, oco, cilíndrico na base e anguloso no vértice. As folhas são verdes, opostas elanceoladas.

As flores são amareladas ou rosadas, isoladas na axila das folhas. Os frutos são cápsulas com numerosas sementes.

Muito apreciada nos séculos XVI e XVII pelas suas propriedades purgantes, ficou conhecida por Graciosa pois era “uma graça de Deus”. Caiu em desuso devido ao perigo na sua utilização, sendo usada apenas por pessoas que não tinham possibilidade de adquirir remédios mais caros, daí o seu outro nome comum, Erva-do-pobre.

Usos medicinais e princípios activos:

⚠️Muito tóxica, deve ser apenas usada com acompanhamento especializado.

Rica em heterósidos cardiotónicos, é cardiotónica, diurética, emética e purgativa.

Utilizada em homeopatia.

Tradicionalmente usada como purgante, é demasiado violenta e em doses excessivas pode ser mortal.

Usos culinários:

Não tem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *