Saltar para o conteúdo

A Morugem é uma planta anual muito frequente.

Pode ser encontrada em quase todo o país em solos húmidos, campos, jardins e bermas de caminhos.

Morugem
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Caryophyllales
Família: Caryophyllaceae
Género: Stellaria

A Morugem (Stellaria media (L.) Vill.), é uma planta herbcea com 10 a 40 cm de altura, de caules tenros, em tufo, rastejantes, com nós bem definidos. As folhas são ovais e opostas.

As flores, minúsculas, surgem nas axilas das folhas das extremidades, são brancas, pedunculadas, com 5 pétalas e 3 estilestes. O fruto é uma cápsula com 6 valvas. Ler artigo completo

2

“Ó Erva-cidreira,
que estás na varanda,
quanto mais te rego
mais pendes p’rá banda.”

A Erva-cidreira é um arbusto amplamente cultivado em hortas e jardins. Encontra-se, por vezes, escapada das culturas, junto a muros e sebes.

Erva-cidreira
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Melissa

A Erva-cidreira (Melissa officinalis L.), também chamada Melissa ou, simplesmente, Cidreira, é um arbusto com 20 a 80 cm de altura, de caules em tufo, erectos e ramificados. As folhas são grandes, ovais, serradas e com nervuras salientes. Ler artigo completo

A Vara-de-ouro é uma planta vivaz que cresce em matas pouco densas, baldios e terrenos pedregosos.

Em Portugal encontra-se especialmente no Minho, nas Beiras e no Alentejo litoral.

Vara-de-ouro
Ilustração por Christian Sepp.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Solidago

A Vara-de-ouro (Solidago virgaurea L.), ou Virgáurea, é uma planta com 30cm a 1m de altura, de caule erecto, cilíndrico com muito poucos pêlos (ou nenhuns), com ramos floridos erectos agrupados na parte superior. As folhas são ovais, compridas, sésseis e ligeiramente pubescentes. Ler artigo completo

O Poejo é uma planta da família das hortelãs que pode ser encontrada em zonas húmidas, como vales fluviais ou locais inundadados.

Poejo
Ilustração de William Woodville.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Mentha

O Poejo (Mentha pulegium L.) é uma planta de caule curto com ramos floridos por toda a sua extensão. As folhas são pequenas, vilosas, acinzentadas, opostas e lanceoladas.

As flores são rosadas e aparecem entre Junho e Setembro.

O seu nome deriva da palavra pulex, que significa pulga, pois o fumo resultante da queima desta planta tem a propriedade de afastar estes insectos. Também pode ser utilizado para afastar ratos, pois detestam o cheiro. Ler artigo completo

A Beldroega é uma suculenta anual, comum nas nossas hortas e campos. É também cultivada um pouco por todo o mundo.

Beldroega
Ilustração pelo Prof. Dr. Otto Wilhelm Thomé.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Cariophyllales
Família: Portulacaceae
Género: Portulaca

A Beldroega (Portulaca oleracea L.) é uma suculenta de caules grossos e sumarentos, de cor verde ou avermelhada. As folhas são pequenas, ovaladas, carnudas e esbranquiçadas na parte inferior.

As flores são amarelas e os frutos são ovais.

Embora a maioria dos agricultores a considere uma erva-daninha, a Beldroega pode ser usada como planta-companheira, criando uma camada de cobertura do solo que permite concentrar humidade e nutrientes que podem ser usados pelas outras plantas. Algumas plantas, como o Milho, beneficiam das raízes profundas da Beldroega, seguindo-as através de solo mais duro que o que normalmente conseguiriam penetrar. Ler artigo completo

A Erva-peixeira uma planta da família das hortelãs que pode ser encontrada em zonas húmidas, como charcos temporários, leitos de cheia ou cursos de água que secam no Verão.

Endémica da Península Ibérica, é cada vez mais rara.

Erva-peixeira
Ilustração de eFlore - Tela Botanica.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Mentha

A Erva-peixeira (Mentha cervina L.), também conhecida por Hortelã-da-ribeira ou Alecrim-do-rio, é uma planta vivaz de cor acizentada, com folhas alongadas a fazer lembrar o Alecrim. Ler artigo completo

O Mentrasto é uma planta bastante comum da família das hortelãs.

Existente em praticamente todo o território português, encontra-se em lameiros e prados húmidos.

Mentrasto
Ilustração de Ernst Hallier.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lamiaceae
Género: Mentha

O Mentrasto (Mentha suaveolens Ehrh.),* Montrasto ou Hortelã-brava é uma planta perene que pode atingir 1m de altura. De caule erecto, as folhas são sésseis, arredondadas, espessas, enrugadas e bastante pilosas.

As flores são ou cor-de-rosa, dispostas em espigas, com grandes brácteas. Ler artigo completo

A Sempre-noiva é uma planta bastante comum, de características urbanas, que se propaga rapidamente e tolera ser pisada.

Existente em praticamente todo o território português, encontra-se em baldios, caminhos e até nas ruas.

Sempre-noiva
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Caryophyllales
Família: Polygonaceae
Género: Polygonum

A Sempre-noiva (Polygonum aviculare L.), Saguinária ou Erva-da-muda (entre outros nomes) é uma planta anual com 10 a 60cm de altura. Possui numerosos caules prostrados, delgados e estriados, de cor verde. As folhas, alternas, são sésseis, lanceoladas, nervadas na parte inferior, com a base rodeada por uma bainha membranosa prateada. É esta bainha que lhe dá o nome, pois provoca a sensação de que a planta usa um vestido de noiva. Ler artigo completo

A Agrimónia é uma planta bastante comum, já conhecida na Grécia Antiga.

Pode ser encontrada em terrenos argilosos, solarengos e na entrada de bosques.

Agrimónia
Ilustração de Johann Georg Sturm (Colorida por Jacob Sturm).

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Rosales
Família: Rosaceae
Género: Agrimonia

A Agrimónia (Agrimonia eupatoria L.) é uma planta vivaz que pode atingir 1,20m de altura. O seu caule é cilíndrico, viloso e erecto. As folhas, acinzentadas na parte inferior, são pubescentes, com 5 a 9 folíolos lanceolados e dentados, que alternam com 5 a 10 mais pequenos Ler artigo completo

A Carqueja é uma planta bem conhecida, sendo referida em ínumeras canções e adágios populares por toda a Península Ibérica.

Encontra-se um pouco por todo o país, especialmente em matagais e terrenos ácidos. É extremamente comum no Norte de Portugal e na Galiza.

Carqueja
Ilustração de autor desconhecido.

Ficha Botânica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Género: Genista

A Carqueja (Genista tridentata L.)* é um arbusto perene com até 1 metro de altura. O seu caule é lenhoso, com ramos alados formando falsas folhas duras, o que lhe dá o seu aspecto “tridentado.” As folhas, triangulares, são diminutas, podendo considerar-se inexistentes. Ler artigo completo